fbpx
Gestão da Manutenção

Já preparou o Plano de 52 Semanas para 2021?

By 31 de dezembro de 2020 No Comments

A manutenção tem um papel fundamental dentro das organizações , e cada vez mais busca-se melhorias contínuas para que o processo produtivo não seja impactado por uma falha inesperada em um equipamento ou máquina.

Apostando em evitar surpresas indesejadas algumas empresas realizam o Plano ou Mapa de  52 Semanas.

É, mas como eu mencionei apenas algumas empresas realizam o plano de 52 Semanas,  outras infelizmente ainda mantém um conceito antigo de que investir em planejamento não é importante e acabam se deparando com perdas consideráveis no processo produtivo assumindo uma postura corretiva, e dando forças a quem considera a manutenção como vilã.

O Plano de 52 Semanas tem uma importância  fundamental para o planejamento, programação e sobretudo para o SUCESSO  da Manutenção.

Se você ainda não faz Mapa ou Plano de 52 Semanas lhe darei alguns motivos para repensar.

Vem comigo!

Já se perguntou por que ele é de extrema importância? Quais as vantagens?

Vou citar para ti algumas particularidades, que já lhe darão uma visão diferente quanto a sua relevância e benefícios que podem trazer para o setor de manutenção e que certamente facilitarão sua gestão .

A começar pela organização do setor e dos ativos, pois, para que consiga estabelecer o Plano de 52 Semanas da Manutenção , é necessário ter todos os ativos cadastrados , bem como suas características e criticidade.

A partir daí , começaremos a traçar o plano de 52 Semanas de cada equipamento. E lembre-se  de começar pelos equipamentos criticidade A, pois são eles que podem trazer consequências mais indesejadas e graves caso venham a falhar.

Mão na massa, neste plano de 52 Semanas devemos  relacionar o detalhamento semana por semana de todas as manutenções e intervenções que os equipamentos e maquinários terão ao longo do ano, sejam  inspeções, manutenções preventivas, preditivas, adequações as NR’s…

Ratifico essa importância : “ Muito importante que ele tenha o detalhamento por semana de todas as manutenções e intervenções que os equipamentos e maquinários terão ao longo do ano”

 Só nestes itens, identificamos ganhos em organização e produtividade. E tem mais vantagens! Além de já ter uma visão macro para todo o ano, o plano de 52 semanas apresenta vantagens que podem nortear outros setores, como por exemplo o PCP, vendas e suprimentos. Tendo um planejamento antecipado poderemos definir a previsão de orçamento (Opex)  destinado a Manutenção.

Com o avanço da tecnologia 4.0 empresas estão vislumbrando um cenário mais propicio para investir em manutenções preventivas e preditivas e isso as leva a outro patamar de excelência. Pense nisso: você como Gestor de Ativos na Manutenção tem a incumbência de garantir que seu setor contribua para resultados positivos, portanto comece estabelecendo o Plano de 52 Semanas e verá os benefícios que essa implantação lhe trará em curto, médio e se manterá a longo prazo!

E com certeza os KPI’s de Manutenção terão resultados mais satisfatórios.

Não se esqueça! Para ter êxito ao estabelecer o mapa de 52 Semanas, além de todas as informações anteriores, também é importante o envolvimento da Gestão da Manutenção, o Gestor  da área, bem como o PCM, e representante da área de Custos de Manutenção para que juntos possam verificar como o plano de Manutenção de casa equipamento, maquinário será incorporado dentro do plano de 52 Semanas, baseado na criticidade de cada equipamento,  sem danos ou impactos negativos à  produção e ao Orçamento.

 Que seu setor de Manutenção seja SUCESSO em 2021!

 

 

Eymard Barroso

Author Eymard Barroso

More posts by Eymard Barroso

Leave a Reply

Translate »